banner3

Protocolos

Venha conhecer alguns dos protocolos estabelecidos pelo nosso sindicato!

Distribuído por todo o país temos protocolos com várias entidades na área da saúde, da cultura, do aluguer de viaturas, do turismo, do ensino, dos seguros, na área financeira, entre outras áreas.

 

image

Sindicaliza-te

O Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ) representa só Oficiais de Justiça e é um Sindicato reactivo e proactivo. Entendemos a acção sindical com o sentido de responsabilidade e independência, que subjaz do espírito da Constituição da República Portuguesa. 

 

image

Novo Banco de Permutas

Espaço dedicado a todos os Oficiais de Justiça. 

Registe-se no nosso banco para fazer o seu pedido, agora ainda mais fácil. Pode ainda participar no fórum de discussão onde pode trocar informações e opiniões.

COMBATER AS INTERPRETAÇÕES DÚBIAS OU SELECTIVAS

Share on Facebook

Publicado o Orçamento de Estado para 2016, constata-se, tal como em anos anteriores, que, não obstante a proibição de valorizações remuneratórias, há situações excepcionais que permitem, e asseguram, essa valorização.

Situações excepcionais que justificaram a “promoção” da, entre outros, Procuradora-Geral Adjunta, Dra. Francisca Van Dunem, que, pese embora Ministra da Justiça, tomou posse, enquanto Magistrada, como Juíza-Conselheira do Supremo Tribunal de Justiça.

A “promoção” da Ministra da Justiça, que não mereceu, nem merece, qualquer contestação, bem como a promoção de outros Magistrados, Judiciais e do Ministério Público, não pode ser entendida como medida isolada no sistema de justiça.


A promoção nos tribunais é uma medida justa e imprescindível, à luz dos estatutos dos Magistrados e Oficiais de Justiça.

 

A ser outro o entendimento, a promoção de Magistrados não seria legal, nem eticamente aceitável, podendo colocar em causa o normal funcionamento dos tribunais.

 

Importa considerar que os Oficiais de Justiça ouviram, durante 5 anos, a DGAJ referir que os orçamentos de Estado proibiam as promoções.

 

Com a promoção da Ministra da Justiça, o Ministério assume, publicamente, o nosso entendimento. As promoções estão proibidas, mas há situações excepcionais, como nos tribunais, que as permitem.

 

O que não se entenderia é que nos tribunais, houvesse promoções, em função do posicionamento de cada um na sala de audiências.

 

Não é possível assegurar o normal funcionamento dos tribunais, com interpretações dúbias ou “selectivas” da Lei.

 

Assim, o Sindicato dos Oficiais de Justiça exortou o Ministério da Justiça a abrir concursos, para a promoção de Oficiais de Justiça, observadas as mesmas normas que têm permitido a promoção de Magistrados.

 

Basta de falta de consideração para com os Oficiais de Justiça!

 

Lisboa, 2016-04-04

Destaques

 _____________________________________ 



  

AUDIÊNCIA COM O PRESIDENTE REPÚBLICA

 

 _______________________________________ 



  

 

ACTUALIZAÇÃO DAS FAQs - DESCONGELAMENTOS

_________________________________________

 

O SOJ E O PACTO DE JUSTIÇA

 _________________________________________

Protocolo - Instituto Superior de Ciências da Educação

 

_________________________________________

PROTOCOLO COM A UNIVERSIDADE EUROPEIA

 

Últimas Notícias

 ___________________________________ 

IMPORTANTE - Protocolo com a Universidade Europeia 

 

 __________________________________

Acordo SAMS - Benefício para Sócios e Agregado Familiar

__________________________________

Proposta Estatuto dos Oficiais de Justiça

__________________________________

Projeto Portaria - Quadro dos T.A.F.

 __________________________________

Protocolo INATEL-SOJ: Beneficie de DIAS TRANQUILOS