banner3

Protocolos

Venha conhecer alguns dos protocolos estabelecidos pelo nosso sindicato!

Distribuído por todo o país temos protocolos com várias entidades na área da saúde, da cultura, do aluguer de viaturas, do turismo, do ensino, dos seguros, na área financeira, entre outras áreas.

 

image

Sindicaliza-te

O Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ) representa só Oficiais de Justiça e é um Sindicato reactivo e proactivo. Entendemos a acção sindical com o sentido de responsabilidade e independência, que subjaz do espírito da Constituição da República Portuguesa. 

 

image

Novo Banco de Permutas

Espaço dedicado a todos os Oficiais de Justiça. 

Registe-se no nosso banco para fazer o seu pedido, agora ainda mais fácil. Pode ainda participar no fórum de discussão onde pode trocar informações e opiniões.

Campo de Férias / Tempos Livres

apcc

Ficha de Inscrição   Condições Gerais  Exemplo de Programa

 

APRESENTAÇÃO

A Associação para a Promoção Cultural da Criança (APCC) é uma organização não-governamental, de âmbito nacional e sem fins lucrativos que desenvolve actividades socioculturais e educativas de ocupação de tempos livres para jovens e crianças.
Toda a intervenção da Associação baseia-se nos princípios orientadores da solidariedade, igualdade, cooperação, defesa do ambiente e na experiência adquirida ao longo de duas décadas, aliando ao aspecto lúdico uma componente educativa.

 

Continuar...

Bercário / Creche / Infantário / ATL

apcc 

APRESENTAÇÃO
A Creche Infantário "Flor de Abril", orientada por imperativos sociais e económicos, propõe-se:
- colaborar com as famílias na educação, segurança, saúde e bem estar das crianças;
- promover a sua socialização para uma melhor integração na escola e na comunidade, tendo em vista um desenvolvimento global e harmonioso nos seus aspectos bio-psico-social;
- ter um projecto educativo, sujeito a avaliações;
- realizar contactos regulares com os pais de forma que a articulação instituição família garanta a continuidade da acção educativa;
- contribuir para corrigir os efeitos discriminatórios, das condições sócio-cultural no acesso ao sistema educativo;
- favorecer individualmente e colectivamente as capacidades de expressão, comunicação e criatividade;
- desenvolver progressivamente a autonomia e responsabilidade;
- despistar inadaptações ou deficiências e proceder ao encaminhamento adequado

Continuar...