banner3

Protocolos

Venha conhecer alguns dos protocolos estabelecidos pelo nosso sindicato!

Distribuído por todo o país temos protocolos com várias entidades na área da saúde, da cultura, do aluguer de viaturas, do turismo, do ensino, dos seguros, na área financeira, entre outras áreas.

 

image

Sindicaliza-te

O Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ) representa só Oficiais de Justiça e é um Sindicato reactivo e proactivo. Entendemos a acção sindical com o sentido de responsabilidade e independência, que subjaz do espírito da Constituição da República Portuguesa. 

 

image

Novo Banco de Permutas

Espaço dedicado a todos os Oficiais de Justiça. 

Registe-se no nosso banco para fazer o seu pedido, agora ainda mais fácil. Pode ainda participar no fórum de discussão onde pode trocar informações e opiniões.

ISCAD - Instituto Superior de Ciências da Administração

                                             

A mudança política, social, cultural, económica e tecnológica, ocorrida nas últimas décadas na sociedade portuguesa – particularmente após a revolução de Abril de 1974 – induziu uma profunda alteração na estrutura, composição e qualificação dos trabalhadores em funções públicas, tendentes a uma maior capacitação dos servidores do Estado para responderem às crescentes exigências dos cidadãos, das organizações e das comunidades; 

Realmente, o Estado e a Administração Pública não poderiam continuar numa postura meramente burocrática do ritualismo procedimental, antes devendo assumir-se como facilitadores e dinamizadores do serviço público, pela resposta cortês, pronta e completa às solicitações, o que viria a conduzir a um novo paradigma sustentado no desenvolvimento do espírito de serviço e na qualificação académica dos diferentes agentes;

Este novo modelo de serviço público, que atingiu também a Administração da Justiça, não conseguiu ainda envolver todos os seus actores, porquanto aos Oficiais de Justiça – a quem se cometem novas responsabilidades a requererem novas e crescentes competências – ainda lhes não foram proporcionadas oportunidades de acederem a qualificações superiores, compatíveis com aquelas responsabilidades e competências;

O Centro de Formação de Funcionários de Justiça da Direcção-Geral da Administração da Justiça, apesar da míngua de recursos, tem procurado reciclar e actualizar estes profissionais, através de acções de formação profissional. Porém, a formação profissional por cuidada que seja, nunca poderá suprir a necessidade de qualificação de nível superior, hoje justamente exigida aos outros profissionais forenses, magistrados, advogados, solicitadores e agentes de execução;

Assim, o SOJ celebrou com o ISCAD  – Instituto Superior de Ciências da Administração, um Protocolo que assegura a realização das justas aspirações dos Oficiais de Justiça, valorizando a carreira, pilar da máxima importância do sector da Justiça.

O Protocolo firmado com o ISCAD é, não só uma mais-valia para todos os Oficiais de Justiça, como uma vantagem suplementar para os associados e seus familiares, que ainda não tiveram oportunidade de aceder a estudos superiores – podendo agora fazê-lo, mediante inscrição no Curso de Administração e Gestão Pública (AGP), cujos termos incluem condições especiais de inscrição – através da via de acesso normal, por transferência ou por provas de acesso a maiores de 23 anos – para candidaturas e matrículas no próximo ano letivo de 2013-2014.