banner3

Protocolos

Venha conhecer alguns dos protocolos estabelecidos pelo nosso sindicato!

Distribuído por todo o país temos protocolos com várias entidades na área da saúde, da cultura, do aluguer de viaturas, do turismo, do ensino, dos seguros, na área financeira, entre outras áreas.

 

image

Sindicaliza-te

O Sindicato dos Oficiais de Justiça (SOJ) representa só Oficiais de Justiça e é um Sindicato reactivo e proactivo. Entendemos a acção sindical com o sentido de responsabilidade e independência, que subjaz do espírito da Constituição da República Portuguesa. 

 

image

Novo Banco de Permutas

Espaço dedicado a todos os Oficiais de Justiça. 

Registe-se no nosso banco para fazer o seu pedido, agora ainda mais fácil. Pode ainda participar no fórum de discussão onde pode trocar informações e opiniões.

AUDIÊNCIA COM O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Share on Facebook


O Sindicato dos Oficiais de Justiça foi recebido em audiência, dia 12 de Janeiro, pelo Senhor Presidente da República.

A audição teve por objecto a apresentação da carreira dos Oficiais de Justiça e as preocupações deste Sindicato com o sistema de justiça.

O Senhor Presidente da República ouviu as razões e preocupações do SOJ, afirmando relevante, desde logo, a preocupação deste Sindicato em defender a autonomização e valorização do estatuto socioprofissional, em prol da Justiça.

Assumimos o compromisso de continuar a trabalhar, procurando melhores condições para garantir a realização da justiça e, assim, potencializar o desenvolvimento social e económico do país.

Lisboa, 2018-01-16

GREVE DIAS 31 DE JANEIRO E 1 E 2 DE FEVEREIRO

Share on Facebook




A Constituição da República garante a greve como um direito fundamental dos trabalhadores.

 

O seu uso, no nosso entendimento, deve ser parcimonioso e constituir um último recurso na defesa dos seus direitos e dignidade.

 

O Ministério da Justiça, independentemente dos seus titulares, não tem respondido atempada e adequadamente aos problemas que lhe têm sido submetidos pelos Oficiais de Justiça.

 

A falta de vontade política, que se traduz também numa eventual falta de vontade financeira, que não indisponibilidade, coloca os tribunais e os Oficiais de Justiça desprovidos de condições para potencializar a realização da Justiça, garantia fundamental a que o Povo tem direito.

 

Não é de ânimo leve que se avança para esta greve. Contudo, estamos convictos que todas as pessoas que aos tribunais recorrem, nos apoiam para atingirmos os objectivos.

 

Um Portugal mais justo e solidário, não se faz com propaganda política. O tratamento equitativo e respeito por todos, respeitando a diferença, é a via a seguir.

 

Os Oficiais de Justiça não podem e não querem continuar a constituir, no prisma dos Ministérios da Justiça e das Finanças, o elo mais fraco das cogitações do Governo.

 

Queremos Justiça justa e para todos.

 

Os Oficiais de Justiça reivindicam: Consultar AQUI Aviso Prévio.

Continuar...

Mais artigos...

  1. (IN)TOLERÂNCIA DE PONTO
  2. É TEMPO DE RECUPERAR A CARREIRA...
  3. REUNIÕES COM OS GRUPOS PARLAMENTARES
  4. REUNIÃO MINISTÉRIO FINANÇAS - 12.10.2017

Destaques

 _____________________________________ 



  

INQUÉRITO - Riscos Psicossociais dos Oficiais de Justiça

 

 _______________________________________ 



  

 

PARTICIPA - Avaliação dos Riscos Psicossociais Oficiais de Justiça

_________________________________________

 

AVALIAÇÃO dos Riscos Psicossociais na Carreira dos Oficiais de Justiça

 _________________________________________

Protocolo - Instituto Superior de Ciências da Educação

 

_________________________________________

PROTOCOLO COM A UNIVERSIDADE EUROPEIA

 

Últimas Notícias

 ___________________________________ 

IMPORTANTE - Protocolo com a Universidade Europeia 

 

 __________________________________

Acordo SAMS - Benefício para Sócios e Agregado Familiar

__________________________________

Proposta Estatuto dos Oficiais de Justiça

__________________________________

Projeto Portaria - Quadro dos T.A.F.

 __________________________________

Protocolo INATEL-SOJ: Beneficie de DIAS TRANQUILOS