AGRADECIMENTO DO ELEITO – Lista Apresentada Pelo SOJ

Caros e estimados colegas

Tendo sido eleito para vogal do COJ com a vossa preciosa ajuda, importa agradecer-vos pela confiança que depositaram naquilo que proponho, identificando-se com tais ideais e ideias.

Os primeiros tempos serão de adaptação, de ouvir e aprender, mas não obrigatoriamente de ceder. Concordar ou anuir quando  entendamos justo, são coisas bem distintas. Vou convicto de que tenho conhecimento de realidades nos tribunais que outros não terão, e que me darão capacidade de argumentação para a necessária e inevitável mudança.

O COJ tem que vir ao encontro de quem representa e esse será o meu mote no exercício das funções que exercerei.

Espero sinceramente não defraudar as vossas expetativas, na certeza de que o caminho não será fácil pois surgirão, decerto, forças e contra forças (algumas óbvias e outras nem por isso) que estarão atentas às intenções de reforma e mudança que preconizo.

Não temo. Represento uma parte considerável dos Oficias de Justiça Portugueses e isso dá-me imensa força e segurança pois sentirei neles a força necessária para me manter convicto do que ali estou a fazer.

Os que me elegeram são pessoas de convicções, fartas de jogadas de bastidores e fartas de se sentirem abandonadas à sua sorte – que lhes tem sido bem madrasta, convenhamos.

Os tempos são de mudança necessária e inevitável e a questão que se coloca de imediato prende-se com o facto de sabermos de que lado da história do COJ pretendem ficar todos os recém-eleitos. Aguardemos para ver.

Uma vez mais, um sincero bem-haja a todos.
O vosso colega,

Rui V. Martins

Últimas Noticias