GREVE: DIA 31 DE JANEIRO 2020

A FESAP, federação de sindicatos de que o SOJ é um dos fundadores, apresentou ao Governo um conjunto de propostas equilibradas e realistas tendo em vista o processo de negociação geral anual para a Administração Pública.

O Governo, como é do conhecimento público, rejeitou todas as propostas – e até as contrapropostas -, apresentadas pelos Sindicatos, num sinal claro de que desvaloriza a negociação coletiva, o trabalho e os trabalhadores.

Quanto à carreira dos Oficiais de Justiça, o Governo insiste em a tentar desconsiderar, refugiando-se, todavia, num discurso paternalista, de que os Oficiais de Justiça não precisam.

Perante o exposto aos Oficiais de Justiça e trabalhadores da Administração Pública em geral, nada mais resta do que lutar, UNIDOS NA AÇÃO, em prol da dignificação e valorização dos trabalhadores e do trabalho.

Neste contexto, o SOJ não só adere como participa do Aviso Prévio de greve, pois que o mesmo foi apresentado também em sua representação. Os Oficiais de Justiça não poderiam deixar de participar desta luta.

Assim, todos os Oficiais de Justiça – sindicalizados no SOJ, noutros Sindicatos ou mesmo não sindicalizados – estão abrangidos pelo Aviso Prévio de Greve e devem participar nesta jornada de luta.

Lisboa, 2020-01-29

Últimas Noticias